publicidade

Guarulhos se destaca entre maiores exportadores e importadores do Brasil e São Paulo

Apesar do déficit, Guarulhos ocupou, no período, posição de destaque no ranking dos municípios do Brasil como um todo e em especial em relação ao estado de São Paulo

Brasília – No primeiro bimestre do ano, a balança comercial do município de Guarulhos registrou um déficit de US$ 20 milhões, resultado de exportações no total de US$ 350 milhões e importações no montante de US$ 370 milhões. Apesar do déficit, Guarulhos ocupou, no período, posição de destaque no ranking dos municípios do Brasil como um todo e em especial em relação ao estado de São Paulo,  tanto em termos de exportações quanto em relação às importações. Os dados são da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia.

- continua depois da publicidade -

Considerado todo o País, Guarulhos foi o vigésimo-primeiro principal município entre os maiores exportadores e o décimo-quinto no ranking dos importadores. Em relação aos municípios do estado de São Paulo, Guarulhos apareceu como sétimo principal município exportador e em sexto lugar entre os maiores importadores. Os dados da Secex revelam que nos nos meses de janeiro e fevereiro 246 empresas de Guarulhos atuaram no mercado exportador e 401 empresas responderam pelas importações totais realizadas pelo município.

Leia Também

+ Acordo com EUA em utilizar Alcantara coloca país em mercado bilionário

Um crescimento excepcional das exportações para os principais parceiros comerciais, à exceção da Argentina, foi o grande destaque na balança comercial de Guarulhos nos meses de janeiro e fevereiro.

Exportação por países

O ranking dos cinco principais países de destino das vendas externas do município é o seguinte:

Estados Unidos: com exportações no total de US$ 90 milhões, os Estados Unidos  foram o principal mercado para os produtos exportados pelas empresas de Guarulhos. No período, as vendas registraram  uma alta de 160,1% comparativamente com igual período do ano passado. Em termos percentuais, o mercado americano absorveu 26% de todas as exportações do município nos dois primeiros meses deste ano.

Reino Unido:  graças a um aumento de impressionantes 590,8% o Reino Unido se sobressaiu como o segundo principal destino das exportações de Guarulhos, com um total de US$ 33 milhões, equivalentes a 9,4% do volume total exportado.

Alemanha:  no primeiro bimestre, as exportações  de Guarulhos para a Alemanha cresceram 252,9% comparativamente com idêntico período de 2018 e geraram uma receita no valor de US$ 31 milhões, com uma participação de  9,0% no total exportado

Emirados Árabes Unidos: As vendas para os Emirados Árabes também registraram forte alta (+227,8%) no bimestre e totalizaram US$ 21 milhões. A participação do país árabe nas exportações totais de Guarulhos foi de 6,0%.

Argentina: Entre os cinco principais parceiros comerciais de Guarulhos, a Argentina foi o único país para o qual as exportações do município registraram queda (-28,4%) e somaram US$ 17 milhões. A Argentina foi o destino final de 5,0% das exportações de Guarulhos no período.

Importação por países

No tocante às importações, a China foi, de longe, o principal parceiro comercial de Guarulhos, com um total de US$ 102 milhões (queda de 3,7% em relação ao mesmo período do ano passado), equivalentes a 30% das importações totais do município.

Outros destaques entre os principais países exportadores para Guarulhos foram:

Estados Unidos: com um total de US$ 57 milhões (queda de 21,1%) e participação de 15% no volume total importado;

Alemanha: US$ 30 milhões (retração de 21,1%) e participação de 8,0%;

França: US$ 18 milhões (aumento de 54,6%) e participação de 4,8% nas importações do município;

Índia: US$ 16 milhões (alta de 10,9%), equivalentes a 4,2% das importações totais de Guarulhos no período.

Exportação – Produtos

Com uma alta de astronômicos 71.536,5%, o petróleo liderou a pauta exportadora de Guarulhos nos meses de janeiro e fevereiro, quando as vendas externas da commoditie totalizaram da US$ 153 milhões, correspondentes a 45% do volume total embarcado para o exterior.

Outros produtos em destaque nas exportações de Guarulhos no período foram:

Turborreatores e turbopropulsores: US$ 27 milhões (também com fortíssima alta de 3,5%) e participação de 7,6% nas exportações;

Partes reconhecidas como exclusivas: US$ 9 milhões (alta de 48,8%) equivalentes a 2,6% do total exportado;

Preparações alimentícias: US$ 8,8 milhões (crescimento de 717,8%) e participação de 2,5% nas exportações do município.

Importação – Produtos

Ao contrário das exportações, que tiveram um grande destaque, o petróleo, responsável por 45% das vendas externas de Guarulhos, a pauta importadora do município nos meses de janeiro e fevereiro foi bastante variada e nenhum produto isoladamente foi responsável por uma grande fatia das importações.

O principal item da pauta foi o sangue humano, com uma participação de 3,1% no total importado, correspondentes a US$ 12 milhões (queda de 16,0% no período comparativamente com os dois primeiros meses de 2018).

Na pauta importadora de Guarulhos também se destacaram  instrumentos e aparelhos para medicina (US$ 10,4 milhões, com queda de 30,2% e participação de 2,8%); produtos de beleza ou maquilage (US$ 9 milhões, alta de 1095% e participação de 2,5%);  polímeros de cloreto de vinilo (US$ 3,5 milhões, queda de 18,9% e participação de 2,4%); polímeros acrílicos (US$ 8,72 milhões, queda de 1,5% e participação de 2,4% nas importações); álcoois acíclicos (US$ 7,3 milhões e participação de 2,1%), compostos heterocíclicos (US$ 7 milhões, correspondentes a 1,9% do volume total importado) e outros materiais corantes (US$ 4 milhões e participação de 1,8% nas importações totais de Guarulhos nos dois primeiros meses deste ano).

Fonte: Comex do Brasil

PUBLICIDADE

Mais para você
Comentários
Carregando ...