Saiba como ajudar sobreviventes de Moçambique; ciclone Idai deixa 700 mortos

Segundo a Unicef, pelo menos 1 milhão de crianças foram afetadas pelas enchentes

Já são mais de 700 mortos devido à passagem do ciclone Idai, no sul da África, no dia 15 de março. O maior número de vítimas fatais confirmadas está em Moçambique (mais de 400 óbitos). A Unicef estima que pelo menos 1 milhão de crianças foram atingidas pelo furacão entre Moçambique, Zimbabué e Malawi. Veja fotos na galeria acima.

Abaixo, veja como você pode ajudar:

1 – Colabore com a ONU

A ONU coordena equipes de apoio por meio do Escritório de Coordenação de Assuntos Humanitários. Você pode ajudar com doações podem ser feitas pelo site da organização.

2 – Doe para equipes de combate à fome

O Programa Mundial de Alimentos é uma das agências da ONU que lideram ações na região. Você pode doar por meio do site da organização.

3 – Ajude por meio da Unicef

O Fundo das Nações Unidas para a Infância abriu um canal direto para doações nas regiões atingidas. Em visita a Moçambique, a diretora-executiva da Unicef, a norte-americana Henrietta Fore, calcula que vá precisar pelo menos de US$ 30 milhões para prestar ajuda imediata.

4 – Faça doações para o Médicos Sem Fronteiras

A organização criou um fundo de apoio de emergência. As doações podem ser a partir de R$10. Com R$ 60, você colabora com filtros para transfusão sanguínea. Com R$ 89, você colabora com comprimidos de cloro para purificar a água da região. Com R$ 318, você ajuda a distribuir soro que combate a desidratação.

5 – Doe para a Caritas

A organização internacional aceita doações pela internet de qualquer valor para ajudar na compra de alimentos e medicamentos.

6 – Colabore com a ActionAid

A instituição recebe doações em dinheiro por transferência online para custear a compra de água potável, comida e outros suprimentos. As doações são a partir de R$ 35.

(Com informações da Agência Brasil.)

Mais para você
Comentários
Carregando ...