Vice do Inter revela pedido de Guerrero a Gareca para ser liberado de seleção

O Internacional vive um dilema para a disputa da partida de volta das semifinais da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, marcado para o dia 4 de setembro, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. O duelo decisivo – e de uma eventual primeira final, uma semana depois – coincide com o período de data Fifa, na qual o centroavante Paolo Guerrero poderá estar com a seleção do Peru em amistosos contra Equador e Brasil, nos Estados Unidos.

Nesta quarta-feira, em suas redes sociais, o vice de futebol do Internacional, Roberto Melo, revelou o pedido de Guerrero ao treinador do Peru, o argentino Ricardo Gareca, para ser liberado dos compromissos da seleção em setembro.

Pelo seu Twitter, o dirigente disse que Guerrero manifestou “seu desejo de ficar e jogar pelo Inter durante a data FIFA”, em ligação para Gareca nesta quarta-feira. Ele pediu que o treinador entendesse o momento decisivo para o clube, mas também frisou que, caso venha a ser convocado, “se apresentará e jogará com a mesma dedicação de sempre”.

A Federação Peruana de Futebol (FPF, na sigla em espanhol) afirmou que a decisão cabe à comissão técnica e ao jogador. A convocação será anunciada no próximo dia 23. O Peru encara o Equador no dia 5 de setembro, em Nova Jersey, e o Brasil, no dia 10, em Los Angeles.

Em entrevista coletiva nesta quarta-feira, o atacante Wellington Silva afirmou que a ausência do peruano, se acontecer, será bastante sentida pelo time. “Estamos cientes dessa situação. O Guerrero é um grande jogador. Sem dúvida nenhuma nós precisamos dele nesse jogo. É claro que a seleção é muito importante. Sabemos o quanto ele é importante para a seleção peruana. Nós precisamos dele aqui. É uma semifinal de Copa do Brasil que pode nos colocar na final da competição. Esperamos que seja feito o melhor. Se ele estiver aqui nos ajudando será muito importante. Caso não esteja, será uma perda importante para nós”, comentou.

Mais para você
Comentários
Carregando ...