Oposição pede para que destaques sejam lidos antes de votação do relatório

Após o presidente da comissão especial que discute a reforma, Marcelo Ramos (PL-AM), declarar aberto o processo de votação do relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), a oposição faz pedidos com o objetivo de obstruir a discussão.

As questões foram apresentadas durante a fase de discursos dos deputados, contrários e favoráveis a proposta. Depois deverá haver o encaminhamento de votação partido a partido. Segundo o relator, são 142 destaques. Desses, 20 foram retirados, 23 são de bancada e 99 individuais. A expectativa, no entanto, é que sejam analisados cerca de 12 destaques – 9 da oposição e o restante está sendo negociado por partidos de Centro.

A oposição afirma que não quer votar o relatório antes que todos os destaques sejam lidos na comissão. A presidência do grupo já sinalizou que não aceitará o pedido, já que os destaques devem ser lidos no momento em que forem analisados.

Outro pedido, já negado, é para que fosse autorizada a entrada de cidadãos comuns no plenário da comissão.

Mais para você
Comentários
Carregando ...