publicidade

AMOR com AMOR se paga

O Dia das Mães já foi, mas deixou registros emocionais

 

- continua depois da publicidade -

Passei para gerar minha gratidão para essas pessoas MARAVILHOSAS – Camila – genial e criativa, Rosana – um mundo de alegria de perseverança, Renatinha – um universo de afeto e dedicação, Beatriz – beleza e coragem a flor da pele, Artur– presente de Deus, Mimi – minha master chef preferida, Belinha – referência de meiguice e inteligência, Bruninho – um ser de doçura e amor, Dany – força, coragem e exemplo de humildade e Paçoca – a fofura peluda que ama sem falar – que estiveram neste vídeo e representaram as outras que não puderam estar.

Chorei muito, em bicas de felicidade, porque vocês nesta simplicidade e carinho entenderam minha missão e propósito de vida e me permitem viver essa missão sem me julgar, sem ser pedras, mas abrindo este espaço de suas vidas para que eu possa gerar este espaço de AMOR em minha vida e transformar isto em um círculo virtuoso.

UBUNTU – pessoas precisam de pessoas para se tornarem pessoas.

Ubuntu para vocês que permitiram tornar-me “pessoa”, companheira, conselheira, amiga, irmã. Vocês fazem este processo se tornar mais fácil.

Vocês com toda esta sensibilidade e ternura sabem que eu me interesso genuinamente em sua formação integral, principalmente emocional que é a base de uma vida equilibrada, longa, intensa e de qualidade.

Tem mais pessoas participando deste trabalho de formação de pessoas e de missão de vida, que eu disse que faria minha homenagem caso participassem deixando seus comentários ou compartilhassem os conteúdos das matérias publicadas:

Elisangela Dias Araújo, Margarete Costa, Rosana Santos, Ana Paula Ramos Correa, Ada Oliveira, Jaqueline Machado, Orízia Lemos, Cida Lopes, Orlando Rodrigues, Rebeca JCF, Gabriella O. da P. Campos, Leandro Lopes.

Para essas pessoas, minha GRATIDÃO! Tem um brinde em meu escritório para vocês. É só passar em horário comercial e retirar. Dúvidas é só chamar pelo whatsapp +55(11)944469004.

E quero fechar esta matéria desta semana com Fernando Pessoa:

“Eu amo tudo o que foi
Tudo o que já não é
A dor que já me não dói
A antiga e errônea fé
O ontem que a dor deixou,
O que deixou alegria
Só porque foi, e voou
E hoje é já outro dia.”

By Carla Baccan

PUBLICIDADE

Comentários
Carregando ...